Ciúmes entre filhos


Encantados com a experiência do primeiro filho, muitos casais se animam rápido para ter outro. Mas em alguns casos, o nascimento de outro pequeno pode trazer algumas preocupações. Sempre cabe mais umA mais comum vem antes mesmo de o bebê sair da barriga. Ora, se o primeiro filho representa tudo de mais importante no ambiente, como dividir esse amor com outra pessoa? Você deve explicar a criança que o amor se multiplica, os pais não deixam de amar o primeiro filho, apenas passa a amar o segundo tanto quanto o primeiro. O tão falado ciúme No meu ponto de vista...mais que natural e saudável até certo ponto. É uma forma da criança colocar pra fora seus sentimentos. O ciúme pode vir a qualquer momento, quando o primeiro filho perceber, por meio de alguma situação, que perdeu espaço para o segundo. Cabe a nós pais percebermos e nos adiantarmos com atitudes simples. Aproveite o tempo que o caçula dorme para dar atenção e brincar com o filho mais velho. Logo na volta à casa, lembre aos familiares e as visitas de falarem primeiro com a criança e depois com o bebê. Faz uma diferença!!! Convide o primogênito a fazer as compras dos itens ainda necessários para a chegada do baby. Tente fazer com a criança perceba que ela faz parte desse momento.Divisão do espaço Uma outra grande preocupação é em relação às coisas materiais que precisarão ser divididas e ao próprio espaço físico. Aliás...seu filho/a vai logo pensar: "Tenho que dividir tudo com o bebê? Meu carrinho, minha boneca ?!" Algumas mães preferem que os irmãos tenham quartos separados, de forma que cada um seja dono de um cantinho próprio. Outras, como eu, acham ótimo que o quarto seja comunitário. Para as crianças, a representação do espaço físico é muito importante em sua compreensão de mundo, por isso a relevância da questão do quarto. Com o devido tempo e sua aceitação do processo, a criança mais velha torna-se cada vez mais participativa e colaborativa, passa a dividir com naturalidade e gostar da situação. Coisa de gente grandeVamos ressaltar que a criança ganha autonomia e passa a fazer sozinha algumas coisas, já que a mãe está ocupada com a mais nova. Isto é....aprende com o crescer! Com uns ajustes aqui e acolá os pais vão dando conta do recado.


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
No tags yet.